Time-varying stock return predictability: the Eurozone case

  • Nuno Silva Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra and GEMF

Resumo

Neste artigo testamos a existência de previsibilidade em onze países da Zona Euro, através de regressões com coeficientes constantes e variáveis. Os resultados obtidos revelam que existem indícios estatísticos de previsibilidade em alguns países. O valor económico dos modelos de previsão é muito maior do que poderia ser inferido, com base nos testes estatísticos. Um investidor, com função de utilidade do tipo média-variância, poderia ter obtido ganhos substanciais na maioria dos países considerados. No geral, os modelos com parâmetros variáveis apresentam um melhor desempenho do que os modelos com coeficientes constantes.

http://dx.doi.org/10.14195/2183‑203X_41_4

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-06-01
Secção
Artigos