Desigualdade e Políticas Redistributivas em Portugal (2008‑ 2017)

Palavras-chave: Desigualdade, políticas redistributivas, sistema de prestações sociais, sistema fiscal, Portugal

Resumo

O objetivo deste estudo é o de estudar em pormenor os efeitos redistributivos das pensões, outras transferências socias e impostos em Portugal no período 2008‑17, incluindo a crise de 2010‑13 e a recuperação económica pós ‑2014. As sucessivas distribuições do rendimento e respetivas transições do rendimento de Mercado ao Disponível são analisadas. As pensões são objeto de atenção individual dada a sua importância crescente e serem elas que dão a maior contribuição para o decréscimo da desigualdade. A subida da dimensão, eficácia e progressividade dos impostos explica a relativa estabilidade do Gini durante a crise. Depois de 2014, a desigualdade do rendimento Disponível diminuiu significativamente devido à recuperação económica, quebra do desemprego e à alteração das políticas públicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-04-20