Caracterização socioeconómica da população em áreas de risco de incêndio florestal. Estudo de caso. Interface urbano - florestal, provincia de Valparaíso. Chile central

  • Roberto Garfias S. Universidade de Coimbra
  • Miguel Castillo S. Laboratorio de Incendios Forestales. Universidad de Chile
  • Francisca Ruiz G. Facultad de Ciencias Forestales. Universidad de Chile
  • Guillermo Julio A. Laboratorio de Incendios Forestales. Universidad de Chile
  • Victor Quintanilla P. Departamento de Ingeniería Geográfica. Universidad de Santiago de Chile
  • Jessica Antúnez G. Facultad de Ciencias Forestales. Universidad de Chile
Palavras-chave: Incêndios florestais, interface urbano-florestal, caracterização socioeconômica.

Resumo

Estudamos a população inserida em áreas de alto risco de incêndios florestais em colinas e ravinas da paisagem costeira da província de Valparaíso, no Chile Central. Este estudo considera as cidades vizinhas a áreas de grande ocorrência de incêndios florestais, que, no seu perímetro, abrangem uma área aproximada de 14 000 hectares, em torno do interior das cidades de Valparaíso e Vina del Mar. O estudo identifica quatro áreas de interface, cujos atributos socioeconômicos e comportamentais, sem dúvida, servirão de grande ajuda para um plano de apoio e protecção contra incêndios florestais, que considere abertamente a participação da população em situação de risco nestas áreas

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-12-01