Os desastres como indícios da vulnerabilidade do sistema nacional de defesa civil: o caso Brasileiro

  • Norma Valencio Núcleo de Estudos e Pesquisas Sociais em Desastres e PPG em Sociologia, Universidade Federal de São Carlos – UFSCar Programa de Pós Graduação em Ciências da Engenharia Ambiental, Universidade de São Paulo - USP
  • Arthur Valencio Núcleo de Estudos e Pesquisas Sociais em Desastres, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar Instituto de Física Gleb Wataghin, Univ. Estadual de Campinas - UNICAMP
Palavras-chave: Desastres, defesa civil, sociologia dos desastres.

Resumo

Este trabalho tem por objetivo analisar sociologicamente informações oficiais sobre os desastres mais frequentes no Brasil nos últimos sete anos (2003-2009). Pretende identificar, a partir de cinco diferentes variáveis, a vulnerabilidade institucional, isto é, a dimensão sociopolítica limitante do Sistema Nacional de Defesa Civil para lidar com os desastres. Os resultados apontam que, em termos políticos, as autoridades permanecem despreparadas devido a ausência de uma gestão estatal pautada numa ética de accountability.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-07-29