Variabilidade espacial de urânio e arsénio nas águas subterrâneas de uma bacia hidrográfica transfronteiriça (rio Águeda)

  • Margarida Antunes
  • Teresa Albuquerque
  • Fátima Seco
  • Sandrina Oliveira
  • German Sánz
Palavras-chave: Bacia do rio Águeda, Urânio, Arsénio, atividades mineiras, mapas geoquímicos.

Resumo

Neste trabalho são propostos os padrões de distribuição espacial para contaminantes em águas subterrâneas – Urânio e Arsénio, na bacia transfronteiriça do rio Águeda. Os mapas obtidos permitem avaliar o risco ambiental associado às atividades antrópicas desenvolvidas na área em estudo, constituindo as atividades mineiras um importante fator de risco ambiental. Pretende-se, ainda, contribuir para uma melhoria na gestão dos sistemas de águas e possibilitar a futura definição de políticas de atuação conjunta, em casos transfronteiriços, tal como é apresentado neste trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-08-23