Ciência e Humanismo: a visão da ciência de Erwin Schrödinger

  • Carlos Fiolhais Departamento e Centro de Física da Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade de Coimbra
Palavras-chave: Schrödinger; Física Quântica; Ciência; Humanismo; Técnica; Grécia Antiga

Resumo

Erwin Schrödinger, o físico austríaco, que foi um dos principais autores da física quântica, realizou em 1950 uma série de conferências intituladas Ciência e humanismo, que estão traduzidas em português. Analisamos aqui a sua visão da ciência como parte do esforço do ser humano em conhecer-se. Debatemos a sua perspectiva da unidade das ciências, a relação entre ciência e técnica, as raízes profundas do pensamento científico na Antiguidade Grega e, além disso, a interacção da ciência com a filosofia e a religião. Expressamos a opinião de que uma boa parte das suas reflexões são relevantes nos dias de hoje, quando se fala da crise do humanismo. Mais humanismo significa mais e melhor ciência, o que significa progresso na integração de diferentes ramos do conhecimento humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-03-27
Edição
Secção
O valor das humanidades