O lugar da Literatura dos currículos: o caso dos exames de Língua Portuguesa do sistema educativo inglês

  • Pedro Marques Camões, Instituto da Cooperação e da Língua
Palavras-chave: Exames; Línguas estrangeiras; Política educativa; Programas de estudo; Texto literário

Resumo

O sistema de habilitações inglês disponibiliza uma variedade de exames de línguas estrangeiras (LE). Estas são estudadas sobretudo enquanto línguas de herança mas estão sujeitas às pressões que se fazem sentir sobre as disciplinas mais populares (francês, alemão e espanhol). Em consonância com a política geral da comissão de avaliação OCR para as LE, a reforma dos exames de português Advanced Level eliminou a lista de obras literárias que até 2009 fizera parte dos programas de estudos. A análise dos documentos orientadores e dos exames indicia que a leitura literária era tida como instrumento do estudo avançado de LE e do treino da capacidade de raciocínio, sobretudo em relação à escrita. Apesar do capital de prestígio que detém enquanto forma de aprendizagem avançada, a leitura orientada do texto literário poderá não alinhar com uma política educativa de popularização do estudo de línguas, de padronização de resultados e de instrumentalização económica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-03-27
Edição
Secção
Varia