Adornos, espaço e tempo: as contas de colar em Mesas do Castelinho (Santa Clara-a-Nova, Almodôvar)

  • Susana Estrela Centro de Arqueologia, Universidade de Lisboa
Palavras-chave: adornos, estratigrafia, Idade do Ferro, Época Romana, Mediterrâneo

Resumo

A estratigrafia da Idade do Ferro e de época romana de Mesas do Castelinho (Almodôvar) promove a reflexão sobre os adornos deste povoado e a discussão das diferenças e semelhanças com outros sítios do Sudoeste peninsular. Ainda que em porções reduzidas, as matérias-primas, formas e cores dos adornos são variadas e há uma certa primazia das contas oculadas.
O Mediterrâneo mostra-se do princípio ao fim do povoado. Periférico nos grandes circuitos comerciais é um marco num interior que importa os artigos do litoral peninsular e de pontos mais distantes do Mare Nostrum romano.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-31
Edição
Secção
Artigos