Jornalismo radiofónico e inovação

uma análise à cobertura de acontecimentos mediáticos

  • Luis Bonixe Instituto Politécnico de Portalegre / ICNova
Palavras-chave: Inovação, trasnmédia, Rádio, acontecimentos mediáticos

Resumo

A migração para as plataformas digitais gerou um conjunto de novos desafios para os média jornalísticos que se situam ao nível das suas rotinas, linguagens, deontologia e formação dos seus profissionais. A rádio portuguesa de informação não é, naturalmente, alheia a este contexto e, impulsionada por estes desafios, tem adotado várias estratégias no domínio da inovação nos média. Essas práticas situam-se ao nível da criação de novos produtos mediáticos e da utilização de ferramentas que não integram o código expressivo original do meio radiofónico, baseado apenas no som. Através da análise da cobertura de três eventos mediáticos, que se apresentam como terrenos para a experiência e adoção de novas práticas nos média, procuramos perceber de que modo a Rádio Renascença, TSF e Antena 1 criaram novas formas de contar estórias (storytelling) e geraram novas narrativas e produtos jornalísticos que configurem modelos e práticas inovadoras na rádio portuguesa.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-05-28
Como Citar
Bonixe, L. (2020). Jornalismo radiofónico e inovação. Media & Jornalismo, 20(36), 153-169. https://doi.org/10.14195/2183-5462_36_8