Do Chefe Incontestado ao Chefe Panóptico

Representações Fotográficas de Salazar do Notícias Ilustrado ao Século Ilustrado

Palavras-chave: fotografia impressa, censura, imprensa, Salazar, Salazarismo

Resumo

Este artigo analisa as representações fotográficas de Oliveira Salazar no Século Ilustrado, desde a sua fundação em 1938 por Leitão de Barros até ao final da Segunda Guerra Mundial, tomando como ponto de partida um anterior estudo sobre a construção da imagem do “Chefe” no Notícias Ilustrado (1928-1935). Adoptámos para o Século Ilustrado uma metodologia semelhante à desse trabalho. Depois do levantamento de todas as imagens fotográficas do ditador até 1945, submetemos as mais significativas capas, contracapas e reportagens a uma análise semiótica que procurou verificar a sintonia das representações com as circunstâncias políticas do regime e do seu líder. Simultaneamente, tentámos interpretar, através da fotografia impressa e das decisões gráficas das duas revistas, o processo de promoção e propaganda de Salazar, bem como a sua passagem de “Chefe consagrado” no Notícias Ilustrado, a “Chefe panóptico” no Século Ilustrado, e como esta identificação coincidiu na revista com a que se desenrolava no espaço público.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias Autor

Eduardo Cintra Torres, Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Católica Portuguesa

Doutorado em Sociologia, ICS-IUL. Professor Auxiliar, FCH-UCP, e Auxiliar Convidado, ISCTE-IUL. Autor de 19 livros, sendo o mais recente A Greve Geral de 1903 no Porto: Um Estudo de História, Comunicação e Sociologia (Afrontamento, 2018). Autor de dezenas de artigos em revistas académicas em Portugal, Brasil, Canadá e França, e de capítulos de livros. Jornalista.

 

Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Católica Portuguesa

Palma de Cima – 1649-023 Lisboa

eduardocintratorres@gmail.com

Telefone:+351 969 055 893

Filomena Serra, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA de Lisboa

Doutorada em História da Arte Contemporânea (FCSH/NOVA). Investigadora integrada do IHA da FCSH/NOVA. Autora de publicações e artigos sobre os modernistas portugueses. Interesses actuais: a fotografia de propaganda nos estados totalitários. É Investigadora Responsável do Projecto FCT - “Fotografia Impressa. Imagem e Propaganda em Portugal (1934-1974) ”, PTDC/CPC-HAT/4533/2014.

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA de Lisboa

Av. de Berna, 26C – 1069-061 Lisboa

fil.serrra@fcsh.unl.pt

Telefone: +351 965 717 750

Publicado
2019-10-25