A influência dos familiares empresários no potencial empreendedor dos estudantes

Palavras-chave: empreendedorismo; estudantes; potencial empreendedor; motivações empreendedoras

Resumo

No passado recente, a família constituía-se como modelo motivacional para o potencial empreendedor dos seus descendentes. No período de pós-crise económica europeia, desconhece-se o seu papel. Este artigo visa analisar em que medida a presença de empresários na família influencia o potencial e as motivações empreendedoras dos seus descendentes.
Uma amostra de 966 estudantes do Ensino Superior português respondeu ao inquérito Motivações Empreendedoras, que evidenciou adequadas propriedades psicométricas.
Verificou-se uma influência positiva da presença de empresários na família nas motivações de realização familiar e societal, apesar de uma ausência de efeito nas motivações de recursos e rendimentos, bem como de prestígio e de aprendizagem/desenvolvimento pessoal.
Ter empresários na família influenciou positivamente os fatores Judging Perceiving e Thinking Feeling do Carland Entrepreneurship Index. Contudo, a path analysis revelou a inexistência de um efeito direto da presença de empresários na família no potencial empreendedor e nas motivações de realização familiar e societal dos estudantes, apesar de se ter registado um efeito indireto significativo, tendo por mediadores o desejo dos estudantes em trabalhar por conta própria e a capacidade de criar uma empresa. Ter empresários na família evidenciou ainda um efeito direto nestes mediadores, bem como em ter/implementar ideias de negócio.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-07-31
Como Citar
Carvalho, C., Mendes Mónico, L., Silva, I., & Parreira, P. M. (2019). A influência dos familiares empresários no potencial empreendedor dos estudantes. Psychologica, 62(1), 207-231. Obtido de https://impactum-journals.uc.pt/psychologica/article/view/7014
Secção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)