Arco-íris Liberal

Palavras-chave: Soberania, Regeneração, Revolução, Liberalismo, Cortes

Resumo

O dia 24 de agosto de 1820 marcou o início da contemporaneidade política em Portugal. Mantendo-se a dinastia de Bragança, pretendia-se que os pressupostos teóricos que até então haviam caracterizado a soberania régia, fossem substituídos por outros fundamentando a soberania da nação. A reação foi imediata. Embora todos se afirmassem liberais, alguns punham reservas a certos princípios do liberalismo e propunham soluções políticas diversas. Pretendemos neste artigo analisar alguns dos autores destes modos de pensar e por isso o denominámos «Arco-Íris Liberal».

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-05-14
Secção
Artigos