Notícias

Convite à apresentação de artigos nº 43, 2025 – Dossiê Temático: Culturas do Habitar – Prazo de entrega 30 de setembro de 2024

2024-02-01

Revista de História das Ideias, nº 43. 2.ª Série - 2025

Dossier temático: Culturas do Habitar

Convite à apresentação de artigos | Call for papers

Prazo para a submissão de artigos: 30 de setembro de 2024

 

No processo de apropriação e modelação do território, a construção da habitação, com um peso e expressão incontestáveis, constitui muito mais do que a resposta a uma das necessidades básicas do ser humano: lugar seguro, abrigo e refúgio. O recurso à linguística e à origem etimológica de habitação (habitatio) dá conta da complexidade que o termo encerra e que o uso faz esquecer. Com efeito, partilhando o radical de habito (habitar) de onde decorre habitatio, encontra-se habere, habilis e habitus (Isidoro de Sevilha, Etimologias, X, XV e XIX). Ou seja, assume-se uma proximidade semântica entre termos cujo significado é, respetivamente: estabelecer-se, morar; haver, dominar; habilidade, aptidão, e, finalmente, natureza ou forma de ser permanente, que a partir da repetição dos mesmos atos qualifica o sujeito. É a articulação lógica destes vários significados que justifica, em parte, porque para Heidegger “habitar é o traço fundamental do ser-homem” (Heidegger 1951, publ. 1954). Em suma, ao sentido de habitar, pertencem os sentidos de “ser e estar”.

Testemunho direto da condição e das práticas sociais de um grupo de indivíduos, a habitação excede, pois, amplamente a dimensão material para se constituir num complexo construto social, passível de múltiplas e diferentes abordagens, morfológicas, sintáticas e semióticas (Gutiérrez 2012), como vem acontecendo na historiografia internacional e nacional, sobretudo a partir da década de 1980.

O presente volume da Revista de História das Ideias propõe-se abrir espaço à discussão teórica e crítica sobre o espaço habitacional, refletindo como as diferentes dimensões – social, cultural, económica, ambiental, política, religiosa, artística, científica e técnica – o pressionam, originando, a ritmos distintos, movimentos permanentes de reconfiguração, renovação e invenção, que resultam, a contrario, em processos de obsolescência e eliminação.

Privilegiando-se trabalhos originais sobre esta problemática, com articulações naturais a distintas áreas de saber (história, história da arte, arqueologia, arquitetura, antropologia, sociologia, economia, etc.), propõe-se a discussão dos seguintes tópicos, em cronologia alargada, geografias várias e abordagens cruzadas:

  • Quotidiano e cultura material;
  • A habitação como construto social;
  • Instrumentalização social do espaço edificado;
  • Materialidade e cultura: estrutura, características técnicas e construtivas;
  • Organização espacial, do parcelário e do tecido urbano;
  • Relação entre privado e público;
  • Usos e funções dos espaços, diferenciação, especialização, hierarquização;
  • O papel dos diferentes agentes: proprietários, promotores, construtores, usuários;
  • Legislação e mudança;
  • Tecnologia e mudança;
  • Discussão da aplicação de conceitos como privacidade, conforto, convivência, segregação;
  • Ritualização do espaço;
  • O papel da religião na configuração e usos do espaço doméstico;
  • Reflexão metodológica, fontes, instrumentos e estratégias de investigação.

As propostas de artigos serão sujeitas a dupla revisão cega. Devem ser submetidas até ao dia 30 de setembro de 2024, na plataforma Open Journal Systems (https://impactum-journals.uc.pt/rhi/about/submissions) e terão de respeitar, escrupulosamente, as normas que se encontram publicadas na página web da Revista de História das Ideias.

Coordenadora: Luísa Trindade (FLUC – CHSC)

Ler mais sobre Convite à apresentação de artigos nº 43, 2025 – Dossiê Temático: Culturas do Habitar – Prazo de entrega 30 de setembro de 2024

Número Atual

Vol. 41 (2023): Culturas de género
					Ver Vol. 41 (2023): Culturas de género
Publicado: 2023-06-26

Número Completo

Nota de Apresentação

Ver Todos os Números