O processo eleitoral de 1822 na província de Entre-Douro-e-Minho

Resumo

Tem este trabalho por matéria de análise o processo eleitoral correspondente ao ano de 1822, para a segunda legislatura do triénio vintista, na província de Entre-Douro-e-Minho. Pretende-se trilhar alguns dos preceitos base da primeira tentativa liberal em Portugal, tendo-se optado pela província do Minho pela sua actuação cardeal em 1820, constituída pelas primeiras cidades a aderir ao movimento liberal no seguimento do pronunciamento no Porto.
A metodologia utilizada para o miolo da investigação passou pela análise das atas eleitorais correspondentes às divisões que constituíam a província do Minho, procurando retirar-se das mesmas a informação relativa aos deputados eleitos para a segunda legislatura, suas profissões, e o número de votos com o qual saíram apurados.

Palavras-chave

Eleições, Vintismo, Liberalismo, Entre-Douro-e-Minho, 1822

  • Resumo visualizado = 28 vezes
  • PDF visualizado = 16 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-05-14
Como Citar
COSTA, Joana Filipa Pereira. O processo eleitoral de 1822 na província de Entre-Douro-e-Minho. Revista de História das Ideias, [S.l.], v. 37, p. 79-108, maio 2019. ISSN 2183-8925. Disponível em: <https://impactum-journals.uc.pt/rhi/article/view/6506>. Acesso em: 19 ago. 2019.
Secção
Artigos