A Organização Curricular nos Sistemas Educativos Inglês e Português: Uma Análise Comparativa

  • Mariana Esteves Doutoranda na Eberhard‑Karls‑Universität Tübingen (Alemanha)
  • José Augusto Pacheco Universidade do Minho
Palavras-chave: Inglaterra, Portugal, Organização curricular, Currículo nacional, Avaliação

Resumo

Em tempos de globalização, em que os sistemas educativos tendem para a uniformidade ao nível da decisão política, faz‑se a análise comparativada organização curricular dos sistemas inglês e português, com a identificaçãode diferenças significativas – na progressão dos alunos, na oferta curricular, nos procedimentos de acesso ao ensino superior e na tipologia de escolas –apesar das similaridades existentes. A partir de uma abordagem comparativa de documentos estruturantes dos dois sistemas, conclui‑se que a centralização curricular é o denominador comum dos dois sistemas, se bem que no caso português se observe um controlo curricular mais explícito e complexo,deixando‑se em aberto algumas propostas de inovação curricular.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia Autor

Mariana Esteves, Doutoranda na Eberhard‑Karls‑Universität Tübingen (Alemanha)
Doutoranda na Eberhard‑Karls‑UniversitätTübingen (Alemanha). Ex‑docente em Stanley Technical High Schoolfor Boys (Voluntary aided school em Londres, Inglaterra, transformada em Academy em agosto de 2007).
Publicado
2014-03-12
Como Citar
Esteves, M., & Pacheco, J. (2014). A Organização Curricular nos Sistemas Educativos Inglês e Português: Uma Análise Comparativa. Revista Portuguesa De Pedagogia, (46-1), pp. 7-36. https://doi.org/10.14195/1647-8614_46-1_1
Secção
Artigos