Makarenko e Pistrak: Uma Análise da Pedagogia Social do Trabalho

  • Hardalla Santos do Valle
  • Eduardo Arriada Universidade Federal de Pelotas (PPGE‑UFPEL).
Palavras-chave: Pedagogia social do trabalho, Makarenko, Pistrak

Resumo

O presente artigo procura investigar alguns aspectos similares da pedagogia social, voltada para a Educação do Trabalho, de Anton Semiónovitch Makarenko e Moisey Mikhaylovich Pistrak. O primeiro atuando na Colônia Gorki, em Poltava e Khárkov (Ucrânia) e o segundo na Escola Lepechinski,em Moscou (Rússia). Nesse sentido, apresentamos as seguintes inquietudes como norteadoras desse trabalho: Como funcionava a educação para o trabalho de cada um desses educadores? Que fatores instigaram essas posturas pedagógicas? Que reflexões nos possibilitam tais experiências?Elementos que serão observados no decorrer desse trabalho. O meio escolhido de nos aproximarmos dessas respostas foram a metodologia da pesquisa bibliográfica, bem como, a análise de conteúdo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias Autor

Hardalla Santos do Valle
Mestranda do Programa de Pós‑Graduaçãoem Educação da Universidade Federal de Pelotas (PPGE‑UFPEL).Bolsista‑CAPES.Graduada em História Bacharelado pela Universidade Federal do Rio Grande(FURG). Graduada em História Licenciatura pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Graduandaem Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG)
Eduardo Arriada, Universidade Federal de Pelotas (PPGE‑UFPEL).
Doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Mestre emHistória pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Graduado em História eEstudos Sociais pela Universidade Católica de Pelotas (UCPEL). Graduado em Direito pela UniversidadeFederal de Pelotas (UFPEL).
Publicado
2014-03-12
Como Citar
Valle, H., & Arriada, E. (2014). Makarenko e Pistrak: Uma Análise da Pedagogia Social do Trabalho. Revista Portuguesa De Pedagogia, (46-1), pp. 109-125. https://doi.org/10.14195/1647-8614_46-1_6
Secção
Artigos