Reflexões sobre uma Exposição de Realidade Virtual Imersiva

  • Pablo Gobira Universidade Estadual de Minas Gerais - UEMG
  • Antônio Mozelli Universidade Estadual de Minas Gerais - UEMG
Palavras-chave: artes digitais, realidade virtual imersiva, exposição, instalação artística

Resumo

Este artigo pretende relatar a experiência e os desafios do grupo de pesquisa Laboratório de Poéticas Fronteiriças (LabFront, CNPq/UEMG) ao expor uma instalação em realidade virtual imersiva durante eventos e festivais de artes digitais no Brasil. Neste artigo, são levantadas questões a respeito do processo de exposição tradicional e das exposições onde a tecnologia digital está presente. Através de nosso foco no contexto brasileiro, as dificuldades e fragilidades das expografias podem ser vistas também em outros países, tais como os da América Latina e Europa. Basearemos a discussão na experiência de expor Olhe para você (2016), uma obra em realidade virtual imersiva desenvolvida por uma de nossas equipes no grupo de pesquisa LabFront.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias Autor

Pablo Gobira, Universidade Estadual de Minas Gerais - UEMG

Pablo Gobira is a PhD professor at Escola Guignard (UEMG, Brazil) and at the Graduate Program of Arts (UEMG, Brazil), artist, curator and research productivity fellow (CNPq)er. He is a research fellow and manager of Brazilian Network of Digital Preservation Services at IBICT/Brazil, Ministry of Science, Technology, Innovation and Communication (MCTI). Member of the National Institute of Science and Technology INCT-Acqua (CNPq) and director of Laboratory of Front Poetics (http://labfront.tk).

Antônio Mozelli, Universidade Estadual de Minas Gerais - UEMG

Antônio Mozelli graduated in Computer Science from FUMEC University and in Fine Arts from Guignard School at UEMG. He is also a graduate student at Graduate Program of Arts (UEMG, Brazil). He currently develops research and works in the digital arts field, exploring the use of virtual reality in environments with interactive immersion. He is a member of the research group (CNPq) Laboratory of Front Poetics. He has also consulting experience in Usability and Information Architecture.

Referências

FIGUEIREDO, Renata Dias de Gouvea (2012). “Reflexões acerca de uma crítica expográfica.” CIANTEC - Congresso Internacional em Artes, Novas Tecnologias e Comunicação, 2012, Brumadinho: As imbricações da cultura contemporânea à popular. São Paulo: PMStudium Comunicação e Design. 485-491.

GASPARETTO, Débora Aita (2014). O “curto-circuito” da arte digital no Brasil. Santa Maria: Edição da autora.

GOBIRA, Pablo, and Antônio Mozelli (2017). “Expansion of Uses and Applications of Virtual Reality.” Advances in Business Information Systems and Analytics. Ed. Tomayess Issa, Piet Kommers, Theodora Issa, Pedro Isaías, Touma B. Issa. Hershey: IGI Global. Vol. 1. 22-38.

SANTOS, Franciele Filipini dos (2009). Arte Contemporânea em Diálogo com as Mídias Digitais: concepção artística/curatorial e crítica. Santa Maria: Gráfica Editora Pallotti.

SANTOS, Franciele Filipini dos (2012). “A concepção artística/curatorial na arte em diálogo com as tecnologias digitais.” In: FUNARTE/RJ. (Org.). Políticas para as artes: prática e reflexão. Rio de Janeiro: FUNARTE. 116-134.
Publicado
2018-08-10
Secção
Secção Temática | Thematic Section