A estratégia de informação de Marcello Caetano o último governante do Estado Novo

Palavras-chave: Marcello Caetano, estratégia de informação, imprensa, Estado Novo, censura

Resumo

Este artigo analisa a estratégia de informação levada a cabo por Marcello Caetano quando, em setembro de 1968, substituiu Salazar na presidência do Conselho de Ministros. Esta estratégia consistiu na realização de acontecimentos que lhe assegurassem uma boa visibilidade na imprensa, afirmação de uma relação mais próxima com os jornalistas, e realização das conversas em famíliateledifundidas. 

A investigação assenta  no estudo do perfil político de Marcello Caetano suportada por fontes (cartas, textos, livros e entrevistas) e na analise de jornais da época (A Capital, Diário de Lisboa, Diário Popular, Diário de Notícias) no período compreendido entre setembro de 1968 e setembro de 1969. Como conclusão assinala-se que a construção da imagem deste político na imprensa favoreceu o inicio da sua governação através da construção de uma personalidade política, social e familiar bem distinta da de Salazar.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-10-25