A universidade medieval portuguesa e os problemas do seu financiamento [II]: os conflitos entre studium e Igreja durante o século XIV

Resumo

O presente estudo visa compreender como se processava o financiamento da universidade medieval portuguesa durante o século XIV, dando a conhecer a conflitualidade crescente entre o studium e a Igreja – conflitualidade essa relacionada com a alocação de rendas oriundas de diversos benefícios eclesiásticos, e que constituíam a principal fonte de sustento da universidade, desde a sua fundação nos últimos anos da centúria anterior. Além disso, procuraremos também analisar o impacto que as sucessivas deslocalizações do estudo geral entre as cidades de Lisboa e Coimbra tiveram na universidade medieval, com as consequentes alterações das igrejas designadas pela Coroa para o sustento dos lentes, mestres e do próprio studium, criando um foco de instabilidade e até de conflito na relação entre estas duas instituições de natureza eclesiástica – Igreja e universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-05
Secção
Artigos