Casuística nos Trópicos: a pragmática teológico-moral de Francisco Rodrigues na Ásia portuguesa (séculos XVI e XVII)

  • Rômulo da Silva Ehalt Universidade Sophia

Resumo

A partir da década de 1550 e especialmente a partir do fim do Concílio de Trento, os esforços de padronização litúrgica, doutrinária e dogmática da igreja foram sentidos no império português e nas suas franjas através de uma crescente preocupação com dilemas morais. A atuação de teólogos da Companhia de Jesus de Goa foi fundamental para a resolução destas questões na Ásia. Identificando limites da teologia moral europeia, o presente artigo analisa o legado de um destes teólogos, Francisco Rodrigues, localizando sua influência e alcance através da análise filológica dos seus escritos. Propõe-se a definição da casuística teológico-moral de Goa como categoria de classificação para este corpus textual, caracterizado pelo estabelecimento de uma teologia moral desatrelada do contexto europeu, visando a aplicação de soluções para os casos morais da região e o favorecimento da conversão e da manutenção da fé.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-06
Secção
Caderno Temático