Diversidade nos media em Portugal: enquadramento político e desafios atuais

  • Carla Baptista Universidade Nova de Lisboa. Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Centro de Investigação em Comunicação, Informação e Cultura Digital
  • Marisa Torres da Silva Universidade Nova de Lisboa. Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Centro de Investigação em Comunicação, Informação e Cultura Digital

Resumo

Este artigo pretende constituir-se como um “estado da arte” das políticas públicas no que toca à diversidade nos media em Portugal, com um foco particular no domínio da inclusão social no âmbito do serviço público de media. Os indicadores utilizados dizem respeito às salvaguardas legais e políticas públicas referentes aos media comunitários, ao acesso de minorias, comunidades locais, mulheres e pessoas com deficiência aos media, bem como aos contextos de literacia mediática. Ainda que a maioria destes indicadores estejam consagrados na lei ou beneficiem de políticas públicas específicas, concluímos que há ainda trabalho considerável por fazer, nomeadamente no que concerne à literacia mediática e à representação de grupos minoritários e mulheres nos media. Este artigo resulta de uma investigação em curso que complementa dados e revisão de literatura no âmbito dos projetos: Media Pluralism Monitor (MPM), implementado pelo Centre for Media Pluralism and Media Freedom (CMPF) no European University Institute e financiado pela Comissão Europeia; e DIVinTV – Televisão Pública e Diversidade Cultural em Portugal, financiado pela FCT.

Palavras-chave

Diversidade nos media, Portugal, serviço público, media locais, género, minorias, literacia mediática

  • Resumo visualizado = 399 vezes
  • PDF (English) visualizado = 150 vezes

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-11-16
Como Citar
BAPTISTA, Carla; SILVA, Marisa Torres da. Diversidade nos media em Portugal: enquadramento político e desafios atuais. Media & Jornalismo, [S.l.], v. 17, n. 31, p. 11-28, nov. 2017. ISSN 2183-5462. Disponível em: <http://impactum-journals.uc.pt/mj/article/view/4793>. Acesso em: 14 ago. 2018.