Estudo Psicométrico preliminar da Mental Health Continuum – Short Form – for youth numa amostra de adolescentes portugueses

Autores

  • Ana Paula Matos Universidade de Coimbra
  • Raquel Simão André
  • Sónia Cherpe Universidade de Coimbra
  • Daniela Rodrigues
  • Célia Figueira Universidade de Lisboa
  • Alexandra Marques Pinto Universidade de Lisboa

DOI:

https://doi.org/10.14195/1647-8606_53_7

Palavras-chave:

Estudo Psicométrico, Estados de Saúde Mental, Bem-estar Subjectivo, Doença Mental, Promoção da Saúde Mental

Resumo

A definição e avaliação da saúde mental pressupõem não só a ausência de doença mental, como, também, a existência de bem-estar subjectivo (WHO, 2004). Keyes (2002) propôs uma escala de auto-resposta, a Mental Health Continuum – Short Form – for youth (MHC-SF), com o objectivo de avaliar num continuum a saúde mental e de identificar diagnósticos categoriais (flourishing, saúde mental moderada e languishing). Neste estudo, traduzimos e adaptámos a referida escala para uma amostra de adolescentes Portugueses. Foi desenvolvido um estudo psicométrico da MHC-SF através da exploração da sua estrutura factorial, da análise da consistência interna, da validade convergente e divergente. Esta escala revelou boas propriedades psicométricas, parecendo indicada para detectar categorias de saúde mental nos adolescentes. Poderá ainda ser utilizada na identificação de dimensões do bem-estar (psicológico, emocional e social) as quais são importantes na prevenção e tratamento da doença mental, assim como na protecção e promoção da saúde mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##submission.downloads##

Publicado

2010-12-01

Como Citar

Matos, A. P., André, R. S., Cherpe, S., Rodrigues, D., Figueira, C., & Pinto, A. M. (2010). Estudo Psicométrico preliminar da Mental Health Continuum – Short Form – for youth numa amostra de adolescentes portugueses. Psychologica, (53), p. 131-156. https://doi.org/10.14195/1647-8606_53_7

Edição

Secção

Artigos